Cineasta Michael Moore estreia documentário sobre Donald Trump - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Pré-eleição19/10/2016 | 09h16Atualizada em 19/10/2016 | 09h16

Cineasta Michael Moore estreia documentário sobre Donald Trump

"Michael Moore em Trumpland" é baseado em peça de teatro do diretor proibida de ser apresentada no Estado norte-americano de Ohio

Cineasta Michael Moore estreia documentário sobre Donald Trump Dog Eat Dog Films/Divulgação
Foto: Dog Eat Dog Films / Divulgação
AFP
AFP

O polênico diretor de cinema americano Michael Moore estreou na terça-feira, no Brooklyn, um filme surpresa intitulado Michael Moore in TrumpLand, que conta como um teatro de Ohio o impediu de apresentar seu show sobre a campanha eleitoral. O filme teve uma pré-estreia gratuita e aberta ao público. O diretor fez o anúncio em sua conta no Twitter, usando a hashtag #OctoberSurprise (Surpresa de outubro).

Conhecido por seu ativismo político de esquerda e por sua oposição a Trump, Moore conta no filme como o Midland Theatre de Newark, uma cidade no centro de Ohio, evitou apresentar seu espetáculo porque era muito polêmico.

Leia mais:
Preços de cinema: confira dias e horários das salas mais baratas de Porto Alegre
"Cinema novo" e outros filmes  brasileiros estarão no Cine Esquema Novo 2016
Cristiane Oliveira é premiada no Festival do Rio com "Mulher do pai"

A diretora do teatro, Nancy Anderson, disse que a instituição nunca chegou a um acordo com Moore para fazer o show, porque "havia muitas perguntas em torno dessa produção". Ela acrescentou que as perguntas não eram tanto sobre se o show era polêmico, ou não, mas aos curtos prazos entre o pedido de Moore e a estreia. O teatro temia não conseguir entregar um espetáculo de qualidade ao público, explicou ela.

Em declaração transmitida ao jornal local The Columbus Dispatch e publicada no final de setembro, Anderson afirmou, porém, que a diretoria do teatro tinha "perguntas sobre a potencial polêmica e a possibilidade de problemas do lado de dentro, ou do lado de fora" do local.

O cineasta conseguiu, finalmente, fazer seu show em Wilmington, também em Ohio. A apresentação foi filmada e serviu de base para o documentário Michael Moore na Trumpland.

"Vejam o filme que os republicanos de Ohio tentaram censurar. Michael Moore, ganhador de um Oscar, entra no território hostil com seu show individual atrevido e hilariante, mergulhando profundamente no coração da Terra de Trump nas semanas prévias à eleição de 2016", afirma a sinopse oficial do filme.

Depois de apoiar o senador democrata Bernie Sanders nas prévias democratas, Michael Moore decidiu não anunciar seu apoio à candidata do partido, Hillary Clinton, por seu voto a favor da guerra no Iraque quando era senadora.

Moore é conhecido, principalmente, por seus filmes Farenheit 9/11 e por Tiros em Columbine, um impactante documentário sobre os motivos que levaram às mortes em uma escola de Ensino Médio no Colorado e investigou a cultura de venda e posse de armas nos Estados Unidos. Este último lhe valeu um Oscar em 2003.

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem de 24 anos é morto a tiros na zona Norte de Joinville https://t.co/NVHjEeMLQChá 9 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoinvilense ganha quase R$ 1 milhão em aposta na Lotofácil https://t.co/m1zlCP6xes https://t.co/exHcidw8sXhá 12 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros