Justiça condena esposa de integrante do "Saia justa" a pagar multa por ameaça a Paula Lavigne - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Multa27/09/2016 | 16h44Atualizada em 27/09/2016 | 17h10

Justiça condena esposa de integrante do "Saia justa" a pagar multa por ameaça a Paula Lavigne

Mensagens partiram do computador de Marcela de Castro Bastos

Justiça condena esposa de integrante do "Saia justa" a pagar multa por ameaça a Paula Lavigne Fernando Young,Revista Trip/Divulgação
Paula Lavigne foi ameaçada após discutir com Barbara Gancia durante o programa "Saia justa" que falava sobre biografias Foto: Fernando Young,Revista Trip / Divulgação

A polícia paulista concluiu que partiram do computador de Marcela de Castro Bastos, filha do ex-ministro Marcio Thomaz Bastos e esposa da apresentadora Barbara Gancia, as ameaças feitas a Paula Lavigne em 2013. Por isso, Marcela terá de pagar R$ 20 mil ao Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer, de acordo com o colunista Ancelmo Góis, de O Globo.

Leia mais:
Modern family terá ator mirim transgênero na oitava temporada
Conheça os participantes do MasterChef profissionais, que estreia no dia 4 de outubro
Primeiras cenas sem Montagner colocam Velho Chico nos assuntos mais comentados do mundo

No Instagram, Paula Lavigne comemorou a decisão: "Ponto final no caso e justiça feita, fica aqui o registro . Depois da minha participação no #SaiaJusta em outubro de 2013, comecei a ser agredida e ameaçada pelo twitter. O perfil foi rastreado pela polícia que descobriu ser criado no computador de#MarcelaCastroBastos, filha do ex-ministro Marcio Tomaz Bastos e companheira de @bgancia, que também me agredia pelas redes e agora está muda. Por um acordo judicial, que encerrou o caso, Marcela terá que pagar R$ 20 mil ao Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança. Apesar de não ter recebido nem mesmo um pedido de desculpas, fico feliz por saber que essa triste história irá beneficiar essas crianças e adolescentes.#JustiçaTardaMasNãoFalha", escreveu Paula.

Em 2013, durante a participação de Paula Lavigne no programa Saia Justa, do GNT, ela e a apresentadora Barbara Gancia entraram em uma discussão mais ríspida – Paula era representante, à época, do grupo Procure Saber, que defendia restrições a biografias não autorizadas. Nas redes sociais, ameaças começaram a ser feitas contra Paula Lavigne. Relembre a discussão em vídeo:



 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaúde deposita R$ 2,2 milhões para Hospital Infantil de Joinville https://t.co/Dtv609FQlBhá 4 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrimeiro relatório da temporada aponta 44 pontos impróprios para banho em SC https://t.co/mWmj1CVZKehá 9 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros