Carlos Adauto: A natureza agradece ou revida - Anexo - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Crônicas do Anexo 02/11/2016 | 07h01

Carlos Adauto: A natureza agradece ou revida

Para Cleide de Abreu, defensora da beleza do balneário de Ubatuba

Segundo o Wikipédia, o terremoto de San Francisco de 1906 (em inglês: 1906 San Francisco earthquake) foi um violento sismo que ocorreu às 5h14 da manhã do dia 18 de abril de 1906 em San Francisco, com magnitude estimada média de 8 graus na Escala Richter. A surpresa foi que uma única propriedade, imensa chácara, onde vivia e trabalhava um “ortopedista de vegetais”, ficou incólume. Seu amor aos vegetais, cujos resultados de acidentes atendia e curava nas plantas, garantiu-lhe a incolumidade pessoal, familiar e do arvoredo da sua imensa propriedade. E o colocou nas colunas da mídia pelo fenômeno, cantado pelos ecologistas da época e de sempre.

Confira notícias de Joinville e região.

Agora, em outra São Francisco, apelidada de do Sul, Ibama, MP e Justiça Federal, graças à inércia da procuradoria do município, cometeram uma razzia ecológica sem precedentes, eliminando toda a vegetação plantada pelos proprietários e moradores da praia de Ubatuba, arrasando o lindo balneário. Mas, fazendo uma oração, os mesmos prejudicados e ofendidos conseguiram a revanche. Da natureza. Leia, decore e reze-a sempre que ocorrer um crime ecológico:

"Tu que passas e ergues para mim o teu braço, antes que me faças mal, olha-me bem: eu sou o calor do teu lar nas noites frias de inverno, eu sou a sombra amiga que tu encontras quando caminhas sob o sol do estio e os meus frutos são a frescura apetitosa que te sacia a sede nos caminhos. Eu sou a trave amiga da tua casa e a tábua da tua mesa. Eu sou o cabo da tua enxada e a porta da tua morada, a madeira do teu berço e do teu próprio caixão. Eu sou o pão da bondade e a flor da beleza. Tu que passas, olha-me bem e não me faças mal!" - Oração da Árvore, copiada do texto fixado no Castelo de São Jorge em Lisboa. Deveria, obrigatoriamente, estar fixada em todas as repartições do Ibama, do MP e da Justiça Federal, além nas repartições de meio ambiente de procuradorias municipal e/ou estadual.

A última ressaca do mar em São Francisco do Sul jogou tudo que fora colocado em lugar da antiga vegetação secular na areia. Ou levou embora!

A NOTÍCIA

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros