Anexo publica série de reportagens sobre dez anos do Instituto Schwanke - Anexo - Cultura e Variedades - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

10 anos do Instituto Schwanke21/10/2013 | 07h01

Anexo publica série de reportagens sobre dez anos do Instituto Schwanke

Matérias apresentam os planos da entidade que tenta construir um museu de arte contemporânea em Joinville e a importância do artista que é o pai da arte conceitual em Santa Catarina

Anexo publica série de reportagens sobre dez anos do Instituto Schwanke Reinhard Conrads/Divulgação
Esta é a imagem de como seria o MAC Schwanke se já tivesse sido construído Foto: Reinhard Conrads / Divulgação

Bicicleta, imigração e colonização, sambaqui, fundição, bombeiro voluntário e até ferro de passar. A falta de cuidados e atenção, dentre outros motivos, fez com que muitos museus joinvilenses estivessem fechados nos últimos anos – o que colaborou para a sensação de descaso do poder público com ambientes culturais e para a impressão de que faltam opções de lazer na cidade. Mas a verdade é que esses são apenas alguns dos temas com espaços cadastrados no Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Você sabia que existe um museu de arte contemporânea em Joinville? É o MAC Luiz Henrique Schwanke, fundado em 2002. Desde essa época, a entidade está em fase de implantação a partir dos esforços do Instituto Schwanke, especialmente. A figura jurídica do instituto era necessária para possibilitar a captação de recursos junto à iniciativa privada para a construção do prédio que deve abrigar o MAC.

Enquanto mantenedora do museu, a entidade tem o papel de conservar o acervo de Schwanke – artista joinvilense atuante, principalmente, na década de 1980 e um dos primeiros a pensar na arte conceitual em Santa Catarina –, mas também realiza seminários e projetos para difusão da arte contemporânea.

Em 1 de outubro de 2013, o Instituto Schwanke completou dez anos de existência. Mesmo após todo esse tempo, no entanto, o MAC ainda é um sonho sem previsão para ganhar cimento, tijolos, argamassa e se tornar concreto.

Atualmente, conta com 250 associados, além da diretoria (dividida em presidência, vice-presidência, administração e finanças, cultura, eventos, comunicação e marketing) e dos conselhos consultivo e fiscal.

Com o intuito de entender as razões que ainda mantêm o MAC no papel e a importância do museu para a cidade, o Anexo elaborou uma série de reportagens que será publicada ao longo desta semana. Entenda também quem foi Schwanke, conheça os planos do instituto e os mais relevantes trabalhos que a entidade realizou na última década.

Clique aqui e confira a página especial criada para a série, com linha do tempo, vídeos e galerias de imagens.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

10 anos do Instituto Schwanke 21/10/2013 | 07h02

Museu de Arte Contemporânea espera construção da sede oficial em Joinville

O espaço deve abrigar as obras de Luiz Henrique Schwanke, além de receber exposições itinerantes

 

Siga A Notícia no Twitter

A Notícia
Busca